Como ter inspiração para escrever todos os dias?



Ter inspiração e imaginação para escrever não parece das tarefas mais simples. Geralmente, os bloqueios criativos são umas das queixas mais comuns entre escritores e escritoras. Como fazer para não deixar esses episódios de pouca inspiração se tornarem rotineiros? Além de encontrar um método eficaz de produtividade (como ensina o palestrante Gerônimo Theml) - que o ajudará a manter-se no controle de si mesmo - a criatividade para escrever com frequência pode, e deve, vir da sua vida cotidiana. 

Todos nós vivemos nela, na correria do dia a dia, nos afazeres domésticos, nas responsabilidades e obrigações, na maior parte do tempo. Temos que ir na feira, limpar a casa, cuidar dos filhos, pagar as contas, namorar, ir à academia, preparar o almoço, dobrar a roupa, limpar a caixa de areia dos gatos, consertar o micro-ondas, chamar o encanador, trocar o óleo do carro… Isto sem mencionar a manutenção obrigatória de um trabalho paralelo, como empreendedor ou funcionário - porque muitos escritores ainda não atingiram o patamar de independência financeira, ou de viver exclusivamente da sua escrita.

Então, diante de tantos compromissos e tarefas, como encontrar tempo, meios ou recursos para se inspirar e escrever mais, todos os dias? Há inúmeras formas de fazer as borboletas se agitarem dentro da sua caixinha ambulante de pensamentos aleatórios (que costumo chamar de cérebro). Por exemplo, neste exato momento, estou escrevendo este texto usando fones de ouvidos. Eles não servem apenas para bloquear ruídos externos - o que, por si só, já seria excelente para relaxar e deixar a imaginação fluir. Eles também servem para escutar música.

A música é, talvez, minha maior fonte de pensamentos criativos. Como tantas pessoas, desde a adolescência sou um apreciador de música, de praticamente todos os gostos: do erudito ao pop; do rock ao jazz, do house ao blues. Tenho preferência por alguns estilos, mas se gosto da música, eu ouço, sem me importar com o gênero musical. E as canções fazem um bem incalculável para a alma; elas são capazes de influenciar nosso humor e moldar nossa mente da melhor maneira possível.

Eu utilizo a música como um grande catalisador de imaginação. Sinto cada batida, cada nota, cada letra, o vai e vem da melodia como se fossem ondas de ideias novas, purificadoras - um brainstorming sem direção nem amarras; energia pura que traz sensações únicas, personagens encantadores e enredos fantásticos para criar histórias incríveis. Uso os fones de ouvido para ouvir música e me inspirar em todos os momentos possíveis, como limpando a casa, fazendo a barba, caminhando até a academia, fazendo exercícios e até durante o banho. Quem vai de carro ou ônibus para o serviço também pode escutar.

Da mesma forma, utilizo fones de ouvido para escutar podcasts inspiradores sobre motivação e produtividade. Os podcasts são como programas de rádio gravados e disponíveis para ouvir, em episódios ou capítulos, a qualquer momento através da internet, no seu computador ou celular. Existem inúmeros deles, e cada pessoa tem seu gosto preferido em relação aos assuntos - que não precisam ser necessariamente sobre o ofício de escrever. Para cada gosto há certamente um podcast diferente. Eu ouço muito o Resumo Cast (sobre resumos de livros de empreendedorismo) ou o Xadrez Verbal (sobre política internacional). Mas há vários outros como Os 12 Trabalhos do Escritor; Curta Ficção; Desafio Ex Machina; Gente que Escreve e Três Páginas, por exemplo, todos relacionados à escrita criativa e literatura.

Outra forma possível de se inspirar para escrever todos os dias é assistindo ocumentários ou séries no Netflix, na Amazon Prime, no próprio You Tube ou em qualquer outra plataforma da sua preferência. Se existe um podcast para cada tipo de gosto, então para cada tipo de pensamento certamente há uma série a ser vista, de todos os estilos e tamanhos, de todas as épocas e enredos diferentes. Elas não apenas servem como um ótimo despertador da sua criatividade interna, como também ajudam a relaxar e se divertir - coisas também necessárias para sentir-se bem disposto a escrever. E não é necessário ter muito tempo para assistir, pois com os smartphones elas podem ser acompanhadas quase da mesma maneira que músicas ou podcasts enquanto você realiza outras tarefas obrigatórias do seu cotidiano.

O artesanato também é uma boa ferramenta para aumentar a criatividade e a inspiração. Às vezes também gosto de desenhar. Eu comprei uma caixa de lápis de cor e folhas de papel A4 e utilizo essas ferramentas para deixar minha imaginação fluir, sem preocupações com técnica ou estilo, mas apenas tentando libertar os monstros que dormem lá dentro da nossa alma e podem render grandes histórias para serem aprofundadas e escritas posteriormente. Um episódio envolvendo meu enteado e nosso gato, quando ambos eram ainda crianças, por exemplo, me serviu de inspiração para desenhar um cartum, que posteriormente se transformou em um grande projeto para um livo juvenil, que tenho guardado para os próximos anos. Outras pessoas podem preferir, em vez de desenhar, fazer trabalhos manuais, costurar, colorir livros de desenhos, colecionar figurinhas, selos, moedas, bonecos, etc. Até mesmo jogar video-games, clássicos ou atuais, é uma atividade de poderosa libertação da criatividade interior - basta prestar atenção aos seus sentimentos, nostalgias e lembranças enquanto joga.

Também sou um grande fã de cinema. Passei minha infância e adolescência inteiras assistindo televisão, quase o dia inteiro. Então eu via muitos filmes, também dos mais diferentes gêneros e estilos, desde terror até aventura, romance ou comédia. A sétima arte promove um ótimo exercício de análise e síntese da criação de histórias de forma concisa, com começo, meio e fim. Ela permite visualizar não só as imagens em movimento, mas a construção e transposição de um roteiro literário, do teclado para as telas. De onde vieram aqueles personagens? Onde vivem? O que fazem? O que os move adiante? O que os amedronta? Onde querem chegar? O que precisam superar? O que irão ganhar?

Como gosto tanto de música quanto cinema, tenho o costume de ouvir muitas trilhas sonoras, principalmente de filmes de super-heróis. Elas me comovem muito, me fazem sentir como se estivesse dentro da história, enfrentando todos os medos e perigos daquelas pessoas, lutando as batalhas contra os vilões e transformando-me em um herói junto com eles, alguém que ultrapassa todas as barreiras. E são tantas outras coisas simples do cotidiano que inspiram e trazem o poder da imaginação como, por exemplo, manter um relacionamento saudável com seu marido ou esposa, brincar com os filhos, meditar ou frequentar um culto religioso, passear sozinho pelo shopping ou fazer pequenas e baratas viagens com quem você ama.  A leitura de uma revista em quadrinhos, por exemplo, além de ser muito prazerosa, é visualmente rica, e as histórias também são as mais criativas possíveis.

Uma simples caminhada na rua, na praia ou no parque também podem te ajudar a imaginar mais premissas para histórias, lugares impressionantes e personagens divertidos ou interessantes. Ou a leitura de um livro de desenvolvimento pessoal, uma biografia do seu escritor favorito, um romance ou até mesmo uma ficção científica podem despertar o gigante das letras que reside dentro de você. Você pode ler em qualquer lugar, na piscina, na cama, ou no ônibus. Eu tenho o hábito de ler livros ou quadrinhos, entre dez a vinte minutos na cama antes de dormir. Também gosto de comprar livros na Amazon e ler no smartphone. Vale muito a pena, o tempo é precioso, escorre entre nossos dedos como água, e cada minuto de criatividade e sabedoria estimuladas podem transformar-se em centenas de novas páginas dos seus livros.

Cada um tem o potencial de encontrar a maneira mais adequada para incrementar sua inspiração literária, basta experimentar. Pode ser brincando com seu cachorro no quintal de casa ou alimentando seus peixes no aquário. Outro dia, por exemplo, tive as idéias iniciais para dois romances, apenas olhando para a imagem de uma música no You Tube e lendo uma frase de minha esposa no WhatsApp. É verdade, não é imaginação minha, não...

Desenhos animados também são particularmente interessantes para cativar e explodir nossas ideias em milhões de cores. Pinturas e fotografias, da mesma forma. Até mesmo o observar dos pássaros, da Lua, das estrelas, das ondas, ou das pessoas trabalhando em seus ofícios, sofrendo suas dores e angústias, podem servir fontes de produção e material de qualidade para a escrita. Essas sementes de criatividade, aliadas ao seu método eficaz de produtividade (que pode ser uma forma de fazer anotações, de manter rotinas, gerir o tempo, etc.), irão fazer você alcançar novos patamares de inspiração - nunca antes imaginados! - como escritor ou escritora.

E você, o que te move, o que te faz ter inspiração, imaginação e disposição para escrever todos os dias? Quais recursos você utiliza para escrever cada dia mais e melhor? Os apoios criativos, como a música, o cinema ou a literatura são ferramentas poderosas para liberar o escritor produtivo e criativo que existe dentro de você, sem nunca mais se preocupar com os monstrinhos do bloqueio.

Comentários

Postagens mais visitadas