Confiança é fundamental para escrever bem




O que faz um bom escritor? O que torna uma leitura atraente e cativante? Existem inúmeras razões para um texto apresentar qualidade técnica e estética. E tantos outros motivos para um escritor, ou escritora, tornar-se bem sucedido - artisticamente e comercialmente. Porém existe um ponto bem simples e, ao mesmo tempo, essencial a toda literatura de qualidade: confiança.

Para tornar-se um escritor excelente, é preciso algo que vá além daquilo que os olhos veem. Dedicação, curiosidade, leitura, estudo, prática da escrita, etc., fazem parte do pacote. Mas é necessário buscar algo a mais, trazendo para o mundo das letras uma espécie de âncora psicológica, firmemente alicerçada nos mares profundos do ego de cada escritor. Esta âncora é a confiança, e é ela que dará ao operário das letras a segurança necessária para seguir adiante com seu barco, durante todo o percurso de sua vida, mesmo que seja necessário ultrapassar ondas fortes ou até mesmo maremotos.

Vou dar um exemplo estranho, mas que acredito ser pertinente: pense na menina mais linda da escola que namora um garoto, digamos, feio. Logo pensamos: o que ela viu nele? Ou talvez: o que ele tem que eu não tenho? Bem, talvez tudo que esse garoto tem de melhor é algo muito simples: confiança de que pode conquistar qualquer garota, inclusive a mais linda da escola, não importando a aparência que ele mesmo possui. 

De alguma forma, escrever contos, crônicas, poemas e romances também exige um conquistador seguro e obstinado; alguém inabalavelmente determinado a atingir a vitória pessoal através de seus escritos. É claro que essa segurança, ou confiança em si mesmo e no seu talento literário, não será conquistada da noite para o dia - mas através de muitos anos de tentativas e erros, de tombos e arranhões.

O talento é como se fosse uma espécie de tendência natural bruta para exercer uma atividade, ligada a esse ou aquele ramo do saber. Depois de receber a influência e o amadurecimento de diversas experiências de vida, o talento do escritor e da escritora vai sendo lapidado progressivamente, até tornar-se uma linda esmeralda.

Você tem talento natural para a literatura e pratica a escrita suficientemente? É difícil responder a essa pergunta de maneira objetiva, mas quem possui confiança em si mesmo provavelmente colocará em prática um tipo de profecia autorrealizável, na qual as ferramentas para a concretização profética estão nas mãos de quem lançou a profecia.

Ter confiança, neste caso, significa que o próprio escritor irá construir a si mesmo ao longo de sua carreira profissional. Por exemplo, eu não sei se já possuo uma linda esmeralda em minhas mãos; todavia, por ter autoconfiança, acredito seguramente que estou no caminho certo - ou que possuo todos os meios para encontrar essa esmeralda; seja hoje, amanhã ou depois de amanhã.

Então, de alguma forma, a confiança - além de âncora a nos manter seguros durante as tempestades da vida - também pode ser comparada a uma espécie de farol, pois é através dela que teremos as condições necessárias para iluminar nossa jornada. Não apenas adiante, mas também atrás de nós, relembrando a todo tempo que somos grandes e fortes, e já atravessamos um longo e maravilhoso caminho.

Mas, e agora? Como faço para ter mais confiança em mim mesmo? Bem, é uma questão um tanto quanto abstrata, mas acredito que talvez a gratidão seja uma palavra-chave para sermos mais seguros e confiantes em nosso trabalho de escritores. A gratidão está relacionada ao dilema do copo preenchido com água até a metade: ele está metade cheio ou metade vazio? Pessoas positivas e gratas a tudo que têm e conquistaram na vida possuem a tendência de ver o copo cheio com mais frequência que as pessoas negativas e ingratas. 

Seja grato todos os dias; procure ter alguns minutos em silêncio, sozinho, para refletir e agradecer a quem quer que seja, a si mesmo, aos outros, ao universo ou a Deus - não importa - por tudo aquilo que você já realizou em sua vida e tudo aquilo que ama, e ainda tem plenas condições de buscar. Certamente você verá sua confiança crescer dia a dia e, se a sua paixão pela escrita for algo realmente inabalável, as chances de encontrar sua esmeralda literária irão aumentar muito ao longo do tempo.

Comentários

Postagens mais visitadas