É melhor publicar seu livro na Amazon KDP Tradicional ou KDP Select?



Uma das dúvidas mais comuns entre os escritores independentes é a respeito de qual melhor plataforma para publicação online? Sei que existem muitas outras, mas entre as principais no mercado editorial hoje temos: Wattpad, LuvBook, Bookess, Escrytos, Bubok, Saraiva Publique-se, Hotmart e - é claro - a maior vendedora de livros do mundo, a Amazon.

Wattpad e LuvBook são basicamente duas redes sociais voltadas para escritores, para divulgação gratuita e concorrência a prêmios. No Hotmart, são terceiros, pessoas comuns, que se cadastram para divulgar e vender seus eBooks em outros sites ou blogs, através de propagandas. Enquanto isso, Bookess, Escrytos, Bubok e Saraiva Publique-se funcionam de forma semelhante a uma biblioteca digital online, onde seus livros ficam à disposição para leitura na própria internet ou para encomenda física.

A Amazon também funciona desta maneira, e oferece aos autores indies, basicamente, duas formas de autopublicação: através do tradicional KDP (Kindle Direct Publishing) e do KDP Select. Em relação, especificamente, à plataforma de Jeff Bezos (fundador e CEO da gigante de Seattle) - que costuma ter a preferência da maioria dos escritores - qual das duas maneiras citadas seria a melhor forma de publicar um livro digital? As duas são parecidas, mas possuem diferenças muito importantes.

Ambas as opções têm à sua disposição toda a estrutura da Amazon e acesso a milhões de leitores do mundo inteiro. Os livros da plataforma Kindle, pertencente à Amazon, tem origens no leitor digital mais popular do mundo, com mais de 60% do mercado - mas podem ser lidos em qualquer smartphone, tablet, notebook ou PC.

O KDP é a ferramenta mais simples, abrangente e certeira para o escritor que queria publicar e vender seu livro de forma digital sem custos. Agora, falando das duas opções disponíveis, quem publica pelo KDP tradicional pode ter seu livro encontrado normalmente no site da Amazon. Leitores e compradores de toda parte podem comprar seu livro online. A publicação é simples e rápida; basta um pequeno cadastro no site e o envio de uma cópia em formato PDF ou TXT (recomendo esta última, pois tem menos erros de compatibilidade com o site). Em sua conta bancária cadastrada, você receberá uma porcentagem das vendas no site, que se referem aos seus direitos autorais.

Porém, segundo a Amazon, a utilização do KDP Select - em vez do KDP tradicional -  qualifica o autor da obra  a receber royalties de 70% em vendas para clientes localizados no Brasil, no Japão, na Índia e no México. Seu livro também será incluído no Kindle Unlimited, que oferece aos seus assinantes, pelo valor de R$ 19,90 mensais, a leitura ilimitada de mais de 1 milhão de títulos disponíveis na Amazon. Ele também será disponibilizado na KOLL (Biblioteca de Empréstimo dos Proprietários Kindle). Além disso, você pode conseguir receber uma parte do Fundo global do KDP Select, a depender de quantas páginas do seu livro forem lidas por clientes do Kindle Unlimited ou da KOLL. Tudo isto, é claro, desde que você seja o detentor exclusivo dos direitos autorais do livro.

Bem, a princípio, parece que o KDP Select oferece apenas vantagens, certo? Sim, ele é muito vantajoso em relação ao KDP tradicional, mas as duas formas têm seus prós e seus contras. Os benefícios do KDP Select já foram apresentados; então quais seriam seus “poréns”? Não há nenhuma pegadinha aqui. A única desvantagem de se cadastrar no KDP Select, ao meu ver, é que você precisa oferecer seu livro digital com exclusividade absoluta na Amazon. Ele não pode ser lido gratuitamente nem vendido em nenhum outro lugar, nem sites, nem blogs, nem plataformas, nem redes sociais. A exceção é que você pode oferecer uma “degustação” de aproximadamente 10% de sua obra em outros meios digitais. Contudo, cópias impressas não possuem nenhuma restrição.

Então, dessa forma, publicar um livro no KDP tradicional se mostra uma opção mais vantajosa para o escritor que ainda quer oferecer sua obra em outros sites, blogs, redes ou plataformas. Muitas vezes o escritor independente gostaria que seu livro fosse visto e divulgado no maior número possível de canais. Talvez você prefira, até mesmo, oferecer seu eBook de forma gratuita, para que mais pessoas o leiam ou, até mesmo, editoras possam ter acesso ao seu conteúdo sem nenhum custo. E, em outras ocasiões, quem sabe você queira concorrer a premiações e concursos literários - algo que não será possível se seu livro estiver “trancado” no KDP Select.

Porém, existe a possibilidade de entrar e sair do modo KDP Select de tempos em tempos, de maneira que o escritor iniciante ou independente possa alternar as duas formas de divulgação (a forma exclusiva e a não exclusiva)  no tempo em que achar melhor, para obter os efeitos que preferirr. Muitas vezes, o marketing de uma obra literária pode ser maximizado se os formatos de publicação e divulgação puderem ser explorados ao máximo.

Para finalizar, um aviso importante: nunca esqueça de ficar muito atento à qualidade do material literário que será publicado na Amazon. Não é porque ela permite a autopublicação que isto significa que as obras à venda em seu site não possuem controle de qualidade. Todos os leitores online podem deixar suas opiniões a respeito dos livros lidos na plataforma da Amazon. Aqueles que são mal classificados recebem um aviso, ou uma espécie de selo, que informa aos possíveis novos leitores que a referida obra é de baixa qualidade, seja estética ou técnica - e isto certamente prejudica demais as vendas e a reputação de qualquer autor que pode, inclusive, ter seu livro retirado do ar.

Quer mais informações? Confira nos links abaixo!




Comentários

Postagens mais visitadas